Fronteiras do Pensamento reúne curtas metragens com a presença de conferencistas

Postado em abr. de 2022

Arte

Fronteiras do Pensamento reúne curtas metragens com a presença de conferencistas

No site do Fronteiras, é possível conferir oito produções de sobre temas como cinema, música, neurociência e ética.


O Fronteiras do Pensamento reúne no seu site produções de curtas metragens que foram realizadas entre os anos de 2013 e 2020 com a presença de conferencistas. Os filmes propõem a discussão de temas variados, como cinema, relações pessoais, música, neurociência, biologia e ética. Todos também estão disponíveis no canal do YouTube. 

São eles:  "De volta ao quarto 666", GARRY, De passagem, Dois andares, Dr. Love and Mr. Hate, What are you looking for?, Por mais que eu te leve pelos caminhos e CEDO. Conheça e acesse cada uma das produções abaixo:

 

De volta ao quarto 666

O filme discute o futuro do cinema a partir de uma releitura do filme de Wim Wenders, "Quarto 666" ("Chambre 666"), rodado em Cannes durante o festival de 1982.

 

GARRY

Um jovem cineasta enfrenta o maior enxadrista de todos os tempos, Garry Kasparov. Durante a partida, o jogador faz contundentes comentários sobre o poder da estratégia, o aprendizado da tomada de decisões e da derrota. 

 

De Passagem

O cineasta iraniano Mohsen Makhmalbaf, de passagem por Porto Alegre, discute suas ideias sobre a sétima arte em um diálogo com um jovem e inexperiente diretor da cidade.

 

Dois andares

Os cineastas José Padilha e Beto Brant se unem para discutir prós e contras da pirataria, a dificuldade de fazer cinema no Brasil, marketing e distribuição das obras, o prejuízo do fim das locadoras, o entretenimento enquanto recepção do espectador e/ou motivação do diretor, como "vender" um filme com apelo social e até o fim do "público" enquanto uma massa de indivíduos que pensa e reage da mesma forma.

 

Dr. Love and Mr. Hate

Paul Zak se torna objeto de pesquisa do cineasta Carlos Gerbase. Zak, professor de Economia e Psicologia na Califórnia, é pioneiro nas pesquisas sobre a “neurobiologia da confiança”, o papel dos hormônios nas relações de confiança na sociedade e na economia. Gerbase acompanha o cientista por laboratórios e hospitais – juntos, ambos se tornam cobaias em nome da ciência e do cinema.

 

 

What are you looking for?

Philip Glass, músico norte-americano ícone do minimalismo, faz uma reflexão intimista sobre os 65 anos que dedicou à linguagem musical. Uma trajetória que pode ser resumida na transformação de um questionamento norteador: do que é feita a música para o que é música? Conferencista do Fronteiras do Pensamento 2008.

 

Por mais que eu te leve pelos caminhos

O curta faz uma reflexão sobre a conexão entre as pessoas na contemporaneidade. O filme de Marcio Reolon e Filipe Matzembacher mostra pessoas que caminham nas ruas, perdidas sob o olhar do teórico cultural Kwame Anthony Appiah. Estamos todos juntos, mas nem sempre percebemos.

 

CEDO

O filósofo australiano Peter Singer propõe desafios éticos fundamentais sobre a vida: temos o direito de encerrar nossa própria vida? Afinal, até que ponto existir é diferente de viver?

Compartilhe