Neurocientista Ivan Izquierdo falece em Porto Alegre

Postado em fev. de 2021

Ciência | Neurociência

Neurocientista Ivan Izquierdo falece em Porto Alegre

Neurocientista argentino radicado no Brasil, Izquierdo faleceu nesta terça (09/02) deixando um vasto legado sobre o funcionamento da memória humana.


A ciência perde, nesta terça-feira (9), um dos mais destacados pesquisadores da memória. Reconhecido mundialmente por seus estudos constantes, o neurocientista Iván Izquierdo falece aos 84 anos, em sua casa, em Porto Alegre,  por conta de uma pneumonia pós-covid-19. 

Com graduação em Medicina e doutorado em Farmacologia, Izquierdo nasceu na Argentina e consolidou sua carreira no Rio Grande do Sul. Conferencista do Fronteiras do Pensamento em 2007, trabalhou como professor de Medicina e coordenador e fundador do Centro de Memória da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). 

>> Confira três vídeos para relembrar o legado de Iván Izquierdo para a ciência:


A arte de esquecer 

Iván Izquierdo explica como as pessoas reagem com memórias negativas:


É possível apagar memórias ruins?

Izquierdo nos conta como funcionam as técnicas para extinção de memórias traumáticas:

 

A química da emoção e da memória II

Iván Izquierdo explica que a intensidade da emoção faz com que, quanto maior seja, mais se produzem e se liberam substâncias que agem sobre os neurônios, criando as memórias:

 

Compartilhe


Ivan Izquierdo

Ivan Izquierdo

Neurocientista

Pesquisador da memória argentino radicado no Brasil, Ivan Izquierdo possui graduação em Medicina e doutorado em Farmacologia.
Ver Bio completa