Tecnologias para a vida é tema da Temporada 2022

Postado em mai. de 2022

Tecnologias para a vida é tema da Temporada 2022

As 12 conferências acontecem entre junho e dezembro e terão formatos on-line e presencial em Porto Alegre e São Paulo.


A Temporada 2022 do Fronteiras do Pensamento terá formato presencial e on-line e lança uma série de novidades que ampliam o conteúdo e enriquecem a experiência para os participantes do projeto. Serão 12 conferências, sendo 6 presenciais em Porto Alegre e em São Paulo, e outras 6 on-line. Todas estarão disponíveis na plataforma digital para assinantes. Os pacotes de ingressos – no formato presencial + on-line ou 100% on-line - estão sendo vendidos no site

A temporada trará ao Brasil grandes pensadores da atualidade, entre eles, o filósofo francês Luc Ferry, o escritor americano Steven Johnson, a psicanalista francesa Élisabeth Roudinesco e o físico brasileiro Marcelo Gleiser. As conferências presenciais ocorrem entre junho e novembro. As conferências on-line terão nomes nacionais como o neurocientista Sidarta Ribeiro, a geneticista Mayana Zatz e a pensadora digital Martha Gabriel, e estarão disponíveis a partir de 8º de julho na plataforma Fronteiras.


Uma das novidades desta edição é a realização das conferências na Casa da Ospa (Av, Borges de Medeiros, 1.501), sede da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, e no Teatro Claro SP (Rua Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia Shopping Vila Olímpia – 5º piso).

Tecnologias para a vida


"A terceira revolução industrial terá um impacto em nossas vidas, nas próximas três ou quatro décadas, maior do que toda a evolução tecnológica anterior." A partir desta frase do filósofo francês Luc Ferry, o curador do evento, Fernando Schüler, desenvolveu o tema para a edição 2022 do Fronteiras do Pensamento: Tecnologias para a vida.

A rápida mutação tecnológica é o grande fato da vida contemporânea – mais visivelmente nas dimensões ecológica e econômica; mais sensivelmente nas dimensões social e existencial. "O ponto é que a tecnologia carrega consigo um aspecto sombrio. As redes sociais geraram patologias inesperadas e ainda pouco compreendidas. O debate público se tornou um território tribal, feito de ódios e baixa empatia; a inteligência artificial permite amplos processos de controle de opinião, invasão de privacidade, e apresenta mesmo um horizonte distópico. São os riscos de um mundo que avança com inédita velocidade. Um mundo fascinante, do qual ninguém está disposto a renunciar," afirma Schüler.


FRONTEIRAS DO PENSAMENTO 2022

16ª TEMPORADA – TECNOLOGIAS PARA A VIDA

 

Conferências presenciais


Stuart Firestein e Natalia Pasternak

08 de agosto |São Paulo (SP)
10 de agosto | Porto Alegre (RS)


Frédéric Martel

29 de agosto | São Paulo (SP)
31 de agosto | Porto Alegre (RS)

Steven Johnson

12 de setembro | São Paulo (SP)
14 de setembro| Porto Alegre (RS)


Luc Ferry

19 de setembro | São Paulo (SP)
21 de setembro | São Paulo (SP)

Élisabeth Roudinesco

19 de outubro | São Paulo (SP)
21 de outubro | Porto Alegre (RS)


Marcelo Gleiser

07 de novembro | São Paulo (SP)
09 de novembro | Porto Alegre (RS)

 

Conferências online

As seis conferências estarão disponíveis na plataforma digital exclusiva do projeto a partir de 8º de julho até dezembro. Os conferencistas já anunciados são Jorge Caldeira, Maria Homem, Martha Gabriel, Mayana Zatz, Rodrigo Petrônio e Sidarta Ribeiro.


Sobre os conferencistas

 

Steven Johnson

Renomado especialista norte-americano em história das invenções, nas áreas da saúde e da inovação, é considerado o “Darwin da tecnologia” especialmente pelos best-sellers De onde vêm as boas ideias, Emergência, Cultura da Interface e O mapa fantasma. Autor de outros nove livros, traduzidos para mais de 10 idiomas, é graduado em semiótica pela Universidade de Brown, pós-graduado em literatura inglesa pela Universidade de Columbia e é professor da NYU. 

 

Stuart Firestein e Natalia Pasternak

Renomado pesquisador da Universidade de Columbia, onde preside o Departamento de Ciências Biológicas, o neurocientista norte-americano é reconhecido por seus estudos sobre a natureza do olfato. Atuou nas universidades de Yale, Paris VI e Cambridge, e há mais de 15 anos ministra um curso sobre as incertezas do processo científico, que originou os livros Ignorância: como ela impulsiona a ciência e Failure: Why Science Is So Successful. 

Eleita uma das mulheres mais influentes e inspiradoras do mundo em 2021, de acordo com a BBC 100 Women, Natalia é microbiologista e pesquisadora da Universidade de Columbia e preside o Instituto Questão de Ciência. Escreve para a revista britânica The Skeptic e é autora da obra Ciência no cotidiano, premiada com o Jabuti.




Frédéric Martel

Um dos escritores franceses mais lidos da atualidade, é autor de Mainstream e Smart, obras fundamentais para refletir sobre as indústrias criativas e a cultura digital em mais de 50 países. Doutor em ciências sociais pela EHESS, França, o jornalista é mestre em ciências sociais, filosofia, ciência política e direito público pelas Universidades de Paris I e II e professor na ZHdK, Suíça. Publicou também o polêmico best-seller do New York Times, No armário do Vaticano, livro mais vendido em 12 países e traduzido para 20 idiomas. 

 

Luc Ferry

Um dos filósofos franceses mais lidos da atualidade, é reconhecido por obras que trouxeram a filosofia de volta ao cotidiano. Doutor em ciência política pela Universidade de Reims, onde atuou como professor, também lecionou nas universidades Caen Normandia e Paris VII. É autor do best-seller Aprender a viver, e também de A inovação destruidora e A revolução transumanista, entre outras 70 obras.

 

Élisabeth Roudinesco

Considerada a mais importante historiadora da psicanálise, a psicanalista francesa é mestre e doutora pela Universidade de Paris VIII e professora na Universidade de Paris VII. Escreveu obras fundamentais como História da psicanálise na França e as premiadas biografias Jacques Lacan e Sigmund Freud na sua época e em nosso tempo. Seu mais recente livro, entre os 20 títulos já publicados para mais de 30 idiomas, é O Eu Soberano: ensaio sobre as derivas identitárias.

 

Marcelo Gleiser

Primeiro latino-americano contemplado com o Prêmio Templeton, conhecido como “Nobel da espiritualidade”, o físico teórico brasileiro é professor do Dartmouth College há mais de 30 anos e pós-doutor pelo King’s College de Londres, pelo Fermilab de Chicago e pela Universidade da Califórnia. É membro da Sociedade Americana de Física e autor dos best-sellers A harmonia do mundo, A dança do universo e O fim da Terra e do Céu. 

 

Conferencistas on-line

 

Maria Homem

Psicanalista clínica, é uma das intelectuais públicas mais lidas e vistas do País, autora de Coisa de menina? e Lupa da alma. Escreve para o jornal Folha de S. Paulo e acumula mais de 200 mil seguidores no seu canal do YouTube, nos quais aborda questões contemporâneas como gênero, sexualidade, vida digital e diversidade. É psicóloga, doutora em letras e pesquisadora pela USP, mestre em psicanálise pela Universidade de Paris VIII e professora da FAAP há mais de duas décadas. 

 

Jorge Caldeira

Reconhecido por seus relatos inovadores sobre o País, é autor do best-seller História da riqueza no Brasil. Cientista social, mestre e doutor pela USP, publicou Mauá: empresário do Império, e outras 18 obras que recontam a história brasileira. Seu mais recente livro, Brasil: paraíso restaurável, discute as potencialidades do País diante da economia verde. Publicou também obras sobre Diogo Antônio Feijó, José Bonifácio, Noel Rosa e outras personagens citadas em livros como 101 brasileiros que fizeram história e História do Brasil com empreendedores.

 

Martha Gabriel

Professora de Inteligência Artificial na PUC-SP e professora visitante no Insper. É mestre e doutora em Artes pela ECA-USP, com graduação em engenheira civil e especializações em design gráfico, marketing e comunicação, além de formação executiva no MIT Sloan School of Management. Reconhecida como uma das pensadoras digitais mais influentes do Brasil, é embaixadora da ONG Geek Girls LatAm e é futurista pelo Institute For The Future (IFTF), Estados Unidos. Autora dos best-sellers Marketing na Era Digital e Educ@r: a (r)evolução digital na educação.

 

Mayana Zatz

Reconhecida internacionalmente como uma das principais cientistas brasileiras da atualidade, coordena o Genoma USP, maior centro de estudos em doenças genéticas da América Latina. É pós-doutora em genética pela UCLA, Estados Unidos, e pesquisadora do Instituto de Biociências da USP. À frente do projeto 80mais, o primeiro banco genômico de idosos da América Latina, já mapeou dois milhões de variantes genéticas inéditas, resultando no livro O legado dos genes: o que a ciência pode nos ensinar sobre o envelhecimento. 

 

Sidarta Ribeiro

Reconhecido como um dos maiores especialistas do país em substâncias psicoativas, é autor do best-seller O oráculo da noite e do recém-lançado Sonho manifesto. Neurocientista e biólogo, é doutor pela Universidade Rockefeller e pós-doutor pela Universidade Duke, Estados Unidos. É professor e pesquisador do Instituto do Cérebro da UFRN. Também publicou Maconha, cérebro e saúde e Song, Sleep and the Slow Evolution of Thoughts. É  colunista da Carta Capital e escreveu para a revista Mente e Cérebro

 

Inscrições: www.fronteiras.com

Informações: relacionamento@fronteiras.com

Fone: (11) 97624-7423

Whatsapp: 11 93775-5752

 

Compartilhe